12 de nov de 2011

DRUM ROLL





O QUE É?
Jogo lançado em 2011 que recria os circos itinerantes do início do século XX na Europa. Antes de cada espetáculo, os jogadores devem enriquecer o seu circo contratando os artistas e dando-lhes todos os recursos necessários para executarem as suas melhores apresentações. Os jogadores contratam pessoal e artistas com o objetivo de criar o circo mais prestigiado. Depois de 3 espetáculos, o jogador com mais pontos de prestígio é o vencedor.








CRIADORES
Konstantinos Kokkinis é designer 3D e animador, além de possuir um hotel na Grécia. Drum Roll é seu primeiro jogo de tabuleiro.
Dimitris Drakopoulos co-designer de Drum Roll.

Kokkinis e Drakopoulos na Spiel-Essen 2011 (BGG)

Antonis Papantoniou é ilustrador, além de padrinho de casamento de Kokkinis. Portifólio online: http://www.5artists.com/
 
Arte ainda em esboço da caixa do jogo. (BGG)
Arte finalizada (5artists)

CURIOSIDADES
Desde 2009, Konstantinos Kokkinis queria criar seu próprio jogo de tabuleiro, e a oportunidade veio num concurso de Jogos de Tabuleiro no Board Game Geek para artistas gregos. Depois, Kokkinis fundou sua própria empresa, a Artipia Games para publicar seu primeiro jogo, além de mais dois já previstos para o próximo ano.

OUTRAS INFORMAÇÕES
2 a 4 jogadores
Idade acima de 12 anos
Tempo médio de 90 minutos
Preço: 40 a 45 euros

ABRINDO A CAIXA: COMPONENTES
1 Livro de regras em Inglês, Alemão, Francês e Italiano.
1 Tabuleiro central
4 Tabuleiros de jogadores (um para cada cor de jogador)
8 Cubos de pontuação e dinheiro (dois de cada cor de jogador)
12 Marcadores de ação (três em cada cor de jogador)
125 Cubos de madeira de recursos em cinco cores diferentes
45 Cartas de Artistas (9 Malabaristas, 9 Acrobatas, 9 Domadores, 9 Mágicos, 9 Bizarros)
1 Carta Separadora de Artistas
30 Cartas de Investimento
15 Cartas de Profissionais
18 Tiles de trailers
5 Tiles de cidades
1 Marcador de Start Player (jogador inicial)
2 Marcadores de Turno e Espetáculo
8 Cartas de Resumo de Jogo
58 Moedas
44 Fichas de desconto




 
REGRAS

Resumo: o jogo transcorre com a apresentação de três espetáculos ao público. Para isso temos de 5 a 7 dias para a preparação de cada show. E esses dias são divididos em 2 partes; na primeira, temos 3 ações para adquirir equipamentos, vestimentas, dinheiro, investimentos, contratar funcionários e artistas; na segunda, equipamos nossos artistas preparando-os para o show (distribuição de cubos). Quem, ao final dos 3 espetáculos, tiver mais pontos de prestígio será o vencedor.

Preparação:
Os marcadores são colocados no tabuleiro. Os dois marrons são colocados no 1º dia da semana e no 1º show. Os cubos coloridos que representam os jogadores são colocados no “zero” do score e no “zero” da bilheteria.

Na mesa é distribuído as cartas de artistas e profissionais (mesmo número de jogadores, as demais permanecem na pilha fechada juntamente com as cartas de investimento).

Cada jogador pega seu tabuleiro pessoal, 15 dinheiros, seus 3 marcadores de ação e 2 cubos coloridos a sua escolha. Todos pegam duas cartas de artistas e escolhe a que ficará consigo e a que passará ao jogador do lado. Deve-se pagar imediatamente o valor de contratação dos artistas.

Os tiles de cidade são embaralhados e distribuídos a cada jogador. Eles conferem pontos bônus caso o jogador consiga, ao final do espetáculo, possuir os pares de artistas que ele indica. Ao final do show, o tile é transferido ao jogador ao lado, logo, é importante ficar de olho nas cartas que você irá precisar no futuro.

O jogador inicial será aquele que tiver ido ao circo a menos tempo. Em caso de empate, escolhe-se aleatoriamente.

Sequência do Jogo:

tabuleiro central
Fase de Ação: os jogadores usam as suas três ações (uma por vez, seguindo o sentido horário a partir do jogador inicial) para adquirir recursos, investir, vender bilhetes, contratar pessoal e artistas para os seus circos. O jogador pode passar sua ação e por cada uma delas passadas, recebe 1 dinheiro.

1-Equipamentos (cubos): são cinco equipamentos diferentes. O cubo branco representa o ensaio, amarelo é equipamento, verde é promoção, azul é vestimenta e vermelho é suprimentos. É permitido apenas um jogador por espaço, e estão disponíveis apenas a quantidade de jogadores, isto é, se forem quatro jogadores, um espaço sempre ficará em branco.
2-Bilheteria: é onde se obtém dinheiro. É permitido até dois discos de ação por jogador.
3-Investimento: onde se pode obter benefícios adicionais pelo custo de 1 dinheiro.  É permitido até dois discos de ação por jogador. Deve-se respeitar a ordem de chegada (de baixo para cima) para se pegar as cartas.
exemplos de cartas de investimento (BGG)

4-Artistas: contratar artistas para seu circo. É permitido apenas uma vez por turno por jogador. Deve-se respeitar a ordem de chegada (de baixo para cima) para se escolher as cartas. Pagar o valor de contratação descrito na carta.
exemplo de cartas de artistas (mágicos) (BGG)

5-Profissionais: contratar funcionários para seu circo. É permitido apenas uma vez por turno por jogador. Deve-se respeitar a ordem de chegada (de baixo para cima) para se escolher as cartas. Pagar o valor de contratação descrito na carta.
Os cinco tipos de cartas de funcionários. (BGG)


Após todos os pontos terem sido resolvidos, passa-se para a segunda fase:
Fase de distribuição onde os jogadores podem equipar os seus artistas com recursos.

Cubos distribuidos sobre os artistas e tabuleiro do jogador.
Cada jogador, simultaneamente, desloca dois cubos da sua área de reserva para os artistas do seu circo. Quando um cubo é colocado sobre um artista, não pode ser mais tirar até ao final do jogo.
Não é preciso seguir a ordem de evolução do artista. Exemplo: Um artista que precisa de um cubo vermelho para performance má, azul para boa e verde para excepcional. O jogador pode colocar primeiro o azul e só depois o vermelho. Mas se na hora do show não tiver o vermelho, de nada terá servido o azul.

Fim do turno, o marcador é movido para o segundo dia.
Cada carta de artista e/ou funcionário que não tiver sido comprada receberá uma ficha de desconto, e custará uma moeda a menos no turno seguinte. Assim, quem não for contratado durante vários turnos, pode vir a ser contratado de graça. Quando isso acontece, a carta fica disponível de graça durante um turno e depois é descartada.
Passa-se o starplayer ao jogador seguinte.

Votação: Depois do quinto turno, os jogadores votam para realizar o seu espetáculo ou adiá-lo, jogando um sexto turno e prepararem-se melhor. O mesmo pode ser feito para se realizar um sétimo turno, mas, neste caso, aqueles que tiverem votado positivamente, perderão 1 ponto de prestígio. Caso haja empate, o startplayer é quem decide.

Hora do Show!
Pela ordem de turno os jogadores realizam o espetáculo que consiste em receber os benefícios de seus artistas conforme sua qualificação (cubos que eles tem). Cada jogador escolhe a ordem de atuação dos seus artistas no espetáculo, e recebe as performances pela ordem que necessitarem: Performance má (1 estrela), Performance boa (2 estrelas) e Performance excecional (3 estrelas).
A segunda opção é (uma por jogo por cada artista) virar a carta do artista e adicionar imediatamente os pontos de prestígio que o artista possui. Isso é feito ao invés de receber o benefício. Somente para artista 3 estrelas!
Sem Performance: Isto pode acontecer se um jogador não mover nenhum cubo para a carta do artista. Nesse caso o artista tem de ser despedido imediatamente. A carta é removida do circo do jogador. O jogador pagar-lhe o valor de um ordenado de indenização e perde 1 ponto de prestígio.

Salário: Depois de recebido o benefício ou virado o artista excepcional, todos devem pagar os salários. Por cada moeda em falta, perde-se 1 ponto de prestígio.

Depois de todos os jogadores terem efetuado os seus espetáculos e pago os ordenados, descartam-se todas as cartas de artista e funcionários  que estejam na zona de contratação e colocam-se novas cartas em ambas as zonas, de acordo com o
número de jogadores. O marcador de preparação volta para a casa 1. O marcador de espetáculo move-se para o espetáculo seguinte. Cada jogador passa a ficha de cidade para o jogador à sua esquerda. O cubo da bilheteria de cada jogador volta para o início da fila. O jogador à esquerda do jogador inicial assume agora esse papel de starplayer.

No final do terceiro show, pontua-se apenas os artistas excepcionais que tiverem sido virados, os pontos bônus advindos de cartas de investimento e funcionários, os tiles de cidade e os seguintes bônus extras;
Maior espetáculo (5 pontos). O jogador com mais artistas no seu circo no fim do jogo.
Mais variado (3 pontos). O jogador que tenha os 5 tipos de artistas no seu circo (mágico, acrobata etc.).
Espetáculo perfeito (5 pontos).. Se todos os artistas do circo tiverem performance excelente no último espetáculo (não obstante terem sido virados ou não).
Maior trupe (5 pontos). O jogador que tenha 8 ou mais artistas no seu circo.
Se houver empates em qualquer um dos bónus de fim de jogo, todos os empatados recebem o bónus na totalidade.

Observações: Trailers permitem descontos nos salários dos artistas. Caso qualquer suprimento (dinheiro, desconto, cubos, trailers) acabe durante o jogo, não pode ser substituído, deve-se esperar a reposição natural do jogo.
Para maiores detalhes das cartas e regras, consulte o manual completo.

Regra completa em português: http://boardgamegeek.com/filepage/71229/drum-roll-portuguese-rules
Outras línguas: http://boardgamegeek.com/files/thing/86246

COMENTÁRIOS

Renata na sua primeira partida de Drum Roll.
Não é novidade pra ninguém que eu já era fã desse jogo antes que ele chegasse por aqui. Nem que uma ilustração bonita me atrai muito num jogo. Junte a isso um tema legal, workplacement, administração de recursos e pronto, forte candidato a entrar na minha wishlist.

O jogo é totalmente iconográfico, independente de idioma, o que foi uma estratégia dos autores gregos para conquistarem o público mundial. Mas é justamente na sua iconografia, por ser tão diversa, que é preciso ficar muito atento aos detalhes. Numa primeira partida, talvez você precise consultar algumas vezes o manual, mas depois  as imagens e regras virão naturalmente. 
Drum Roll é um jogo bem disputado.  É preciso pensar bem como e quando conseguir seus produtos (vestimenta, equipamentos), ter o bom auxílio de profissionais (que lhe dão benefícios ao longo do jogo), e planejar a vitória para o final, visando conquista os pontos bônus além dos pontos dados pelos artistas. Pode parecer difícil, a princípio, conseguir manter tantos artistas no circo, mas não é impossível. Abuse dos poderes dos funcionários e das cartas de investimento. 


Funciona bem de dois a quatro jogadores, o que é uma característica louvável. Em suma, uma ótima aquisição para qualquer coleção e um dos destaques dos lançamentos de 2011.


Se sua curiosidade não foi totalmente satisfeita, confira o video de uma partida demonstrativa ministrada pelos próprios criadores para o canal do BGG:






Um comentário: