27 de fev de 2012

Folia das Peças

Depois de uma semana de folias carnavalescas, a terra oficial das peças abriu suas portas pra fechar com o último bloco lúdico: Folia das Peças. Estava morrendo de saudades desse cantinho da cidade em que a gente perde a noção do tempo ao lado de amigos e com bons jogos na mesa. A visita ia ser de médico, rapidinha, então não tinhamos tempo a perder.

Cheguei um "pouco" (pra não dizer muito) tarde, e os Danis Malavasi e Balard me esperavam pra uma mesa, junto com o Shamou. 


SAMURAI
2 a 4 jogadores / +10 / 45 min


"Os jogadores utilizam suas peças para cercar as cidades japonesas e garantir o apoio de três diferentes tipos de figuras. Estas figuras representam as três facetas da sociedade japonesa na época (alimentação, exército, religião). O objetivo é ter o maior número de algum dos tipos de figura e também o maior número de outras figuras."



 A pedida precisava ser um jogo bom e rápido, e o escolhido foi o Samurai. Fácil de explicar, mas não fácil de ganhar, pelo menos pra mim. Rolaram duas partidas. Na primeira, fui a catástrofe em pessoa, só consegui 2 peças! Ridículo! Dani Mala ia pelas rebarbas, enquanto Shamou e Dani Balard "se pegavam" disputando cada item colecionável. Mas a vantagem foi do Dani que levou a vitória.

Na segunda partida, consegui ser menos vexatória, e rolou uma série de empates. Consegui empatar em exército com o Mala, que empatou em monges com o Balard. A vitória ficou com o Shamou que conseguiu a supremacia dos bentôs, e dá-lhe arroz!

BALLOON CUP
2 jogadores / +10 / 30 min

"Numa corrida de balões, os jogadores competem no estilo "carta maior/menor" para conseguir cubos que serão trocados por troféus de vôo"

 Ainda tinhamos um tempinho, e o Mala propôs o campeonato de balões, que tinha aprendido com o Balard antes de eu chegar. Joguinho super simples, pra dois jogadores, com cartas, cubos, sorte e um pouquinho de estratégia. Boa pedida pra desanuviar a cabeça entre um jogo mais pesado e outro, ou pra acirrar a disputa entre dois competidores (né, Fabicreuza? XD).

Cada jogador tem uma mão de 8 cartas com balões coloridos e de valores de 1 a 13. Existem quatro postos de cubos, podendo ganhar aquele que tiver a maior ou a menor carta (dependendo do estágio). O diferencial é poder "sacanear" o adversário lhe atribuindo cartas que tirem sua vantagem.

A partida se encerra quando um dos jogadores consegue 3 troféus, dos cinco disponíveis, que vieram para mim. Afinal um pouquinho de sorte num dia tão atrapalhado (fora dos tabuleiros). 

Nos despedimos, fiz uma refeição a la Spoleto enquando via as outras mesas que rolavam pela casa: 011, Puerto Rico, Taluva, e tantos outros que não pude acompanhar. De lá, segui pra sessão do filme "O Artista", afinal, era véspera de Oscar e ainda tinha que ver muita coisa. Não deu pra participar do bolão do Warny, que deu bolo no evento (ah, falei!), mas o filme é realmente ótimo! Inté, e que esse retorno não seja breve e sim duradouro ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário