15 de mar de 2013

Endeavor

Viajar pelos oceanos desconhecidos, desbravando novos continentes, fundando cidades e descobrindo tesouros. Quem nunca sonhou uma aventura assim? Em Endeavor, somos exploradores europeus quando a Europa era o centro do mundo, e o restante sequer havia sido mapeado ainda, em busca de glória nos novos continentes.

Objetivo:
Conseguir o maior número de pontos de vitória.


Componentes: 
1 tabuleiro, 48 cartas, 45 tiles de prédios, 5 tabuleiros de jogador, 104 tokens, 135 discos de madeira, 1 coroa (marcador de jogador inicial).

Os componentes são de excelente qualidade, com tabuleiros extremamente rígidos (que explicam o peso da caixa) e muitos marcadores de madeira.

Endeavor nos traz uma arte abstrata, de um “globo” plano, com os mapas costurados  como num grande quebra-cabeças, quando a Terra ainda não era vista como redonda. O trio que assina a arte (cappel,m Franz e Girke) é pouco conhecido, com destaque apenas para Wasabi (Cappel)  e as expansões do Agrícola Girke). Aqui empregaram um design elegante, com iconografia fácil, e encorajador, daqueles que te fazem querer jogar, querer conhecer aquele mundo.

O Jogo:
A mecânica é bem simples e para acompanhar a linha de ação, basta utilizar o próprio tabuleiro do jogador. Cada rodada é dividida em 4 fases: 1ª. TIJOLOS: os jogadores devem construir um prédio, de acordo com seu nível de indústria, 2ª VASO: trazer mais trabalhadores para o seu tabuleiro, 3ª MOEDA: pagar os salários dos trabalhadores (os que foram usados na rodada anterior para ativar o prédio retornam para o tabuleiro) e finalmente a 4ª AÇÃO: a fase de conquista.



Na fase de ação, o jogador deve ativar um prédio e executar a ação descrita, que pode ser conquistar uma cidade, entrar em uma rota de navegação para descobrir um novo mundo, combater com outro jogador por um território e pegar cartas. A princípio, somente a Europa está livre para se conquistar. Para entrar em qualquer outra região é preciso navegar toda a rota até as cartas e alguém se tornará o Governador daquele continente.

Repare que todos os espaços possuem totens com os mesmos ícones do tabuleiro do jogador. Quando este ocupa um espaço, imediatamente ganha um ponto do ícone que estava no token.  Cada ícone desses institui um limitador restringindo as ações do jogador. Assim, sempre que evoluir em uma linha, terá mais opções de ação. Saber em qual linha avançar é muito importante e deve ser feita com equilíbrio.

As cartas também possuem esses ícones, além de pontos de vitória. Mas cuidado, se a Abolição da Escravatura for decretada, todos que tiverem cartas de escravos serão punidos, pois terão que libertá-los!

E como se ganha esse jogo? Basicamente, avançando o nível de indústria (tijolos), cultura (vaso), finanças (moeda) e política (escudo), conquistando cidades e colecionando cartas.
DICA: tente fazer o maior número de cidades conectadas, pois elas garantem pontos extras.

Agora você está pronto para se declarar govenador das Índias, da África e das Américas!



Considerações:
Visser e Gray, a dupla de autores, realmente apareceram para o mundo dos boardgames com Endeavor, que chamou bastante atenção nos anos de 2009 e 2010, sendo indicado aos grandes prêmios da área, e levando o segundo lugar no JUG e Tric Trac.

É um jogo médio leve, de fácil explicação, independente de idioma, divertido e estratégico. Não é difícil entender seu sucesso e o porquê de figurar no Top 100 do BGG desde então.


Apesar de oficialmente ser para no mínimo 3 jogadores, no BGG pode-se encontrar a variante para dois, mas a recomendo só em casos extremos.

Sem dúvida é um xodó particular do desbussolados e recomendo a qualquer ludoteca.

Informações:
3 a 5 jogadores
90 min de duração
Acima de 12 anos
Editoras: Z-Man, Lookout Games, Ystari Games, etc
 
[Resenha publicada originalmente na Ludo Brasil Magazine nº 24]

2 comentários:

  1. Tá aí, gostei do seu blogue e embora eu seja um viciado em jogos de tabuleiro, nunca encontro ninguém pra jogar hehe o que é um azar. Um grande abraço e vou ver se encontro esse jogo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mago! Seja bem-vindo ao Desbussolados.
      Em São Paulo existem vários grupos de jogos, mas comece pela www.ludusluderia.com.br, com certeza vai fazer vários amigos!
      Abraços!

      Excluir