4 de jun de 2012

Pirâmide Matemágica

Em Abril, aconteceu em São Paulo a Abrin, a maior feira de brinquedos nacionais. Todos nós estávamos antenados nos lançamentos de jogos de tabuleiro e afins para trazer as novidades para vocês. Uma dessas novidades vem da Copag, e é o jogo de cartas Pirâmide Matemágica, criação de Lucio Abbondati Jr., autor de mais de uma dezena de jogos nacionais.

Os egípcios eram famosos por esconder intrincadas expressões matemáticas em suas construções, como a relação de Pi, por exemplo. Neste jogo, cada jogador embarca no papel de um explorador no Egito, e precisa desvendar os segredos matemáticos de uma pirâmide.

Objetivo do jogo:
Chegar ao topo da pirâmide, revelando seus segredos, e conseguindo o maior número de pedras preciosas (tesouros).

Componentes:
67 cartas de passagens secretas (números de 10 a 96)
30 cartas de conjuntos decifradores (nº 1 a 9, 4 operações matemáticas, 2 coringas)
13 cartas de tesouros
1 manual de regras trilingue (português, inglês, espanhol)

O jogo vem na embalagem padrão de card games nacional, caixa pequenininha, o que é ótimo para guardar e levar pra qualquer lugar. As cartas são no formato mini-euro, ou copaguinho, como eles chamam, com boa qualidade e a arte do Vinicius Forte ficou muito bonitinha e funcional, dando o clima “Indiana Jones” ao jogo.

As regras vem em couche colorido em três línguas, assim como a caixa do jogo, pois a empresa já está visando a exportação para os outros países americanos.

O Jogo:

Cada jogador deve montar, a sua frente, uma pirâmide de cartas, começando com uma base de 5 cartas e diminuindo, 4, 3, 2, 1. Todas ficam fechadas, viradas para baixo. Na vez de cada jogador, ele deve virar as cartas da base da pirâmide revelando os números (desafios matemáticos) e, na ordem que quiser, resolvê-los. Para isso, ele terá um conjunto com números de 1 a 9, as quatro operações básicas, adição, subtração, multiplicação e divisão, e duas cartas coringas que substituem um número e uma operação.


 Em dois minutos, o jogador deverá realizar as operações que tenham como resultado o número da carta. Ex: Carta 20. 2x6+8=20. Não pode repetir número nem operação, por isso os coringas, e deve fazê-las em voz alta pra conferência de todos. Terminado o tempo, passa para o jogador seguinte, até voltar a sua vez e poder continuar.

Aquele que chegar ao topo, revelando o último número, escolhe uma das 4 cartas de tesouro separadas, a que tiver mais jóias, e guarda para si.

São jogadas três rodadas, e ao final delas, aquele que tiver colecionado mais jóias ganhará o jogo.

Existem algumas “maldições do faraó” que são regras que tornam o jogo mais difícil. A primeira obriga o jogador a realizar no mínimo uma divisão por rodada, mas também premia aquele que fizer mais divisões no final do jogo com jóias extras. A segunda maldição veta qualquer multiplicação por 10, forçando o jogador a buscar uma solução menos fácil. O macete é tentar fazer a divisão logo no começo, com um número baixo, pra não se enrolar depois.

Vídeo:
Quer conhecer mais? Convidamos o autor do jogo para nos apresentá-lo. Confiram:



Considerações:

Este jogo é um conjunto de emoções camufladas numa pequena caixinha. Primeiro é preciso superar o medo de “fazer feio” diante dos amigos e se atrapalhar com as contas, em seguida, a adrenalina sobe, e a competitividade faz com que queira ser o primeiro, o mais rápido, o melhor, e alcançar o topo da pirâmide antes dos outros. Não há vexame maior que o famoso “branco” de não conseguimos fazer aquela conta “tão simples”. É difícil saber quem é vilão maior, o cronômetro ou os amigos.

Boa opção, preço super acessível, e pode-se levar para qualquer lugar. Os cardgames versão reduzida que ganharam força no ano passado parece ter virado a vedete do momento das empresas brasileiras, que este ano investiu em novos títulos além das conversões de jogos tradicionais. Ponto para a indústria.

Pirâmide Matemágica vem mudar o conceito de jogos educativos, mostrando que um jogo para ensinar tem que ser bom, competitivo e divertido. Cumpre esses quesitos e surpreende. Boa pedida!

Informações adicionais:
2 a 4 jogadores
Acima de 8 anos
Tempo médio: 30 min
Valor: R$ 12,90
Publisher: Copag

[publicada na Ludo Brasil Magazine nº15. Este artigo foi modificado e teve seu conteúdo ampliado para o blog.]

Nenhum comentário:

Postar um comentário