1 de dez de 2011

Sabadão em dose dupla - parte II



O Castelo das Peças, representando seu posto de maior evento lúdico do Rio de Janeiro, trouxe no último sábado uma galera fiel ao Spoleto. Esses viciados de plantão iam chegando, chegando, chegando, mas não saíam! Resultado: muita diversão e barulho, muuuuito barulho!


O quórum do Castelo está para mais de 100 participantes ao longo do dia, as pessoas chegam, jogam e se vão. Enquanto isso, outro grupo se chega, joga, joga de novo e se vai. Mas não neste sábado. Neste, o evento abriu com poucas pessoas devido a chuvinha que insitia em cair, mas o quórum de 80 pessoas foi logo atingido e se manteve por grande parte do dia.


VALE DOS MONSTROS

2 a 5 / +14 / 40 min


"Em uma madrugada silenciosa, num Vale distante da cidade, famílias de visitantes inocentes estão acampadas sob a luz do luar. Entretanto, o que não sabem é que esse lugar abriga legiões de monstros assustadores à procura de vítimas indefesas. Controle sua legião e domine as barracas dos visitantes para obter o controle do Vale!"

Quando cheguei, Fel (pontual mais uma vez) já estava com o tabuleiro do Vale dos Monstros montado aguardando mais players interessados. Não foi dificil. Rapidamente 4 pessoas se uniram nesta aventura nacional. Vale dos Mosntros foi lançado para o mercado internacional através de Essen. No link a seguir voce encontra informações sobre o jogo junto com um video explicativo para tirar todas as dúvidas (Galápagos Jogos). O pessoal saiu enumerando elogios e comentários. Quero jogar para ter minha própria impressão.

Galera testando o Vale dos Monstros.


BELFORT

2 a 5 / +12 / 120min


"Bem-vindo ao universo Minstrel Tasty! Ponha seu Elfos, Anões e Gnomos para trabalhar na Vila e Guildas de Belfort para coletar recursos e construir sua cidade!"



Victor, Leandro e Thais já estavam sentados para uma partida de Belfort e me juntei a eles. Jogo novo por aqui, mas sem ser da safra Essen. Gostei muito das mecânicas. A temática ficou apagada e perdida no jogo. A melhor piada era juntar o nome do dono com o nome do jogo: Victor Belfor!!!

Ao fim de Belfort, estavamos famintos, mal humorados e desconcentrados! O que acalmou minha situação foi a vitória alcançada em cima de Leandro que se perdia no seu comportamento obsessivo compulsivo de fazer e refazer suas contas, mas não deu certo.


Lu, Victor, Leandro e Thais em Belfort.

Em outra mesa estava a princesinha filha do Lepê jogando feliz da vida um jogo atrás do outro.


Rex Pum Pum

Catan com Lepê e sua princesa que aguentou até a noite


CITY TYCOON
2 a 5 / +12 / 60 min

"Em City Tycoon, cada jogador assume o papel de empresário e deve investir seu próprio capital na expansão da cidade. O seu principal objetivo é aumentar o padrão de vida, e, assim, a felicidade dos seus cidadãos."



Leandro desistiu da area reservada por causa do barulho e cedeu sua vaga para Peter que o substituiu para iniciarmos uma partida de City Tycoon, jogo da safra Essen que apesar de já ter sido jogado não recebeu nenhum report ainda. Neste jogo temos que construir uma cidade através da alocação de tiles e ir desenvolvendo-a com o sábio uso dos recusros disponíveis: Energia e Água. Precisamos criar praças, bosques, complexos residenciais e comerciais, juntamente com usinas de água e de energia para abastecer tudo isso. O jogo começa com uma fase estilo 7 Wonders para escolher os tiles. Vamos os escolhendo e passando o restante para o próximo jogador até ficarmos com 6 tiles nas mãos. Depois, sequencialmente, vamos construindo um tile de cada vez. E então passamos ativando e conquistando os beneficios de cada tile alocado, desde que haja água e energia suficientes para isso. Nesse momento, conseguimos good, dinheiro e pontos de vitória. Perter fez um mega combo financeiro que lhe rendia poucos pontos de vitória e passou o jogo quase todo atrás, no final, aprendeu a transformar seu dinheiro em pontos de vitória e garantiu o segundo lugar. Thais nao teve oportunidade nem recusros para construir suas usinas e ficou em volta das usinas alheias em busca de sobrevivência. Victor ficou apenas com usinas de água, utillizando energia pública para manter seus empreendimentos. Eu criei um combo que dava pontos de vitória, consegui construir uma usina de cada resurso e pude me manter sem precisar utilizar recursos públicos ou terceirizados. O resultado foi uma vitória com folga dos meus oponentes.


Colocação:
1º Luciana 40 pontos
 2º Peter 33 pontos
           3º Thais 25 pontos
           4º Victor 21 pontos


OUTPOST

2 a 9 / +12 / 150min


"Os jogadores competem para construir o melhor posto avançado. Eles devem construir fábricas e contratar pessoas para produzir recursos que serão usados para construir mais fábricas e comprar qualquer posto avançado de 13 melhorias que dão vantagens diferentes. O primeiro jogador a atingir 75 pontos ganha."

Victor, Fel, Bouzada e eu fomos para nossa última partida desse sábado. Mais um filho de Essen, Outpost. Este jogo estava sendo bem esperado e comentado por aqui. Do autor de Zavandor, ele ja tinha fãs. Pior que o jogo é realmente muito bom, até para mim que não curti o jogo original. Em Outpost as mesmas mecânicas utilizadas anteriormente ficam mais intuitivas, leves e gostosas de se administrar. A temática está diferente. As contas continuam. Os dados não atrapalham. Só não consigo imaginar ele sendo jogado por 7 pessoas!?! Nossa partida com 4 pessoas teve a marca de 3 horas e pouco, mas não sentimos esse tempo passar. Quando nos demos conta, estávamos sozinhos no Spoleto com o Felipe fechando nossas comandas.

Lu, Bouzada, Fel e Victor no Outpost.

A vitória ficou para Fel que atingiu mais de 75 pontos na mesma rodada que Bouzada, mas Fel ficou com 77 pontos e Bouzada com 76.


Confesso que nem percebi algumas pessoas se despedindo de mim enquanto eu estava concentrada nos leilões e nas compras da minhas fábricas e robôs. Mas, enquanto eu estava absorta nos jogos, outras diversas mesas rolaram ao longo do dia, confiram:


Casal Mensa em Taluva
Glen More
Saboteur
Cacá enfim jogando Deadwood
Merchants & Marauders
Dust Tactics
El Grande
Glory to Rome
Goa
Mammoth Hunter
Metro

Dice Town
Dixit Odyssey
Ra

Cadamir

Reino de Heróis, de Glaucio Reis

Citadels



E em Dezembro, aguardem, O NATAL DAS PEÇAS! Um único evento lúdico para celebrarmos a última jogatina oficial do ano em clima natalino! Dia 17 de Dezembro, das 11h as 22h, no Spoleto Largo do Machado.


3 comentários:

  1. Oi Luciana, sou o Igor. Aqui está meu e-mail p/ adicionar nos contatos

    igoricp@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Além do Deadwood consegui jogar o Princes of Florence e o Kingdom Builder.... Foi um bom Castelo (como de costume)...

    Temos que jogar na mesma mesa de novo... =D

    ResponderExcluir
  3. Oi Igor,

    Vou passar seu email para o pessoal que faz as malas diretas!

    Agora que aprendeu, deixe seus comentarios sempre que quiser!

    Bjs

    ResponderExcluir