28 de jun de 2011

Feriado com Spaghetti

Chegando um report um pouco atrasado, mas ainda em tempo antes do encontro desta semana. Quinta-feira passada foi feriado, Corpus Christi, e aproveitamos pra invadir o espaço do Spoleto mais cedo. As 15 horas em ponto já estavam por lá eu, Paula, Leandro e Victor, e logo depois chegaram Luciana e Tony, Fel, e mais uma galera.

Apesar da casa não estar tão disputada como imaginei que estaria, o dia rendeu bastante e deu pra entrar em três boas mesas. A primeira, já combinada com antecedência, foi a partida de Vinhos, estreando meu joguinho recém comprado.

VINHOS
2 a 4 jogadores / +10 / 120 min

“Vinhos é um jogo econômico e de comércio sobre a produção de vinhos. Durante seis anos de colheitas, cultive seus vinhos, escolha as melhores variedades, contrate os melhores enólogos, participe de feiras comerciais e mostre aos seus oponentes que você é o melhor produtor de vinho no jogo.”



Esta seria minha segunda partida. A primeira tinha sido ótima, confirmando minhas expectativas positivas. Mas esta segunda foi uma surpresa. O jogo se revelou completamente diferente, dando provas de sua jogabilidade diversa. Enquanto na primeira partida, o clima ensolarado produziu diversas safras especiais, nesta partida Portugal estava sob a ira de São Pedro! Produção atrás de produção sofrendo as influencias negativas do clima tornaram o jogo super difícil e exigindo dos jogadores toda a habilidade para sair da crise e vencer.

São Pedro castigando com -2 direto!
Meu vinhedo completamente improdutivo...

Foi uma partida catástrofe para mim, mas nem assim deixo de gostar de Vinhos. Tony e Paula disputaram ponto a ponto o segundo lugar e terminaram empatados. E, como já deixou de ser novidade, Luciana dominando geral e se sagrando nova lenda dos tabuleiros, venceu com 10 pontos de vantagem! ^_^


FÜRSTEINFELD
2 a 5 jogadores / +10 / 60 min

Como um soberano jovem, você está cultivando seu pequeno ducado para fornecimento de bens para o cervejarias locais. Mas você ainda tem o seu maior sonho: o seu palácio pessoal. Venda água, cevada e lúpulo para aumentar a sua riqueza e  construir o palácio desejado.


A minha segunda mesa foi uma partida de Fürsteinfeld, totalmente novo para mim e o restante da mesa. Ficamos sob a batuta do Leo Rossi que só o tinha jogado uma vez. Completavam a mesa o Leandro, Paula e Peter.

Demorou para pegar a manha do jogo, mas na metade do processo consegui captar o macete e terminar na frente. Como diz o Leo, é como no Power Grid, não existe classificação, somente o 1º e os últimos. Saindo de um jejum sofrido, consegui ser a primeira e levantar minha auto-estima. ^_^

Paula e Leo Rossi. Só na estratégia!

Dicas: é muito importante o primeiro passo: quando retirar as 10 primeiras cartas, pense bem na ordem que as recolocará no baralho, de forma que as partes do palácio venham na seqüência certa com um certo tempo de construção entre cada uma delas. Em segundo, ganhe muito dinheiro no começo do jogo, pois conforme for construindo o palácio, perderá espaço para produção e começará a ter menos dinheiro. Deixe a sua fonte de renda principal (banco, ou ônibus de turismo) no último espaço, pois lhe renderá dinheiro até a última parte do palácio. Com essas dicas dará pra fazer uma ótima partida.

Apesar da vitória, o jogo não me agradou muito. Achei o tema “cervejaria com palácio” muito desparatado, seria mais coerente a produção de itens de construção (madeiras e pedras) do que água e cevada, mas enfim, pra quem se importa apenas com a mecânica não terá problema.


THE PRINCES OF FLORENCE
2 a 5 jogadores / +12 / 90 min

Você é um artista em Florença e precisa realizar trabalhos para agradar as duas maiores e poderosas famílias italianas, os Médici e os Borgia. Ganhe pontos de vitória realizando trabalhos de todos os tipos e ajudando a evoluir a cidade ao construir os palácios das famílias.


Pra fechar, já eram 21 horas e a cabeça já estava estourando de dor, mas encarei uma mesa de The Princes of Florence com a Lu e o Tony. Eles já tinham jogado uma vez, e o Victor e o Fel deram uma assessoria antes de começarmos. Rolou uma boa discussão paralela sobre jogos temáticos, mas fica pra outro post.

Lu conta os PV nos momentos finais do jogo.
Minha área de controle e trabalhos realizados.
  
Bom jogo, em que deve aliar mini-quests em forma, com leilões e um pouco de tétris para animar o tabuleiro. Confesso que estava sem expectativa nenhuma de me dedicar a essa partida, era a última da noite, muito cansada, mas o jogo me pegou. Lu disparou na frente como de costume, mas, por um erro de planejamento, ficou sem dinheiro uma rodada, e foi o bastante para que eu e Tony a ultrapassássemos. Ela, “The new legend”, ainda tentou uma reação, mas a disputa cabeça a cabeça ficou entre nós dois, e com a única carta de Recrutamento do jogo, peguei uma profissão de Tony e consegui colocar uns 10 PV de vantagem sobre ele para ganhar o jogo, lavando a alma e deixando os tempos de crise para trás. \o/

Enquanto isso, nas outras mesas rolaram De Vulgari Eloquentia, 20th Century, Stone Age, entre outras. 

Discussão calorosa no 20th Century.
Tabuleiro 20th Century.
Rony, Taly e Leo jogando Saint Petersburg.
Paula ensinando Stone Age.

6 comentários:

  1. Querida, seu blog está cada vez melhor! Parabéns!
    Agora me deu uma pontinha de inveja, queria ter ido encontrá-los para este finde de jogatina... e reverenciar a New Legend! :^)))
    E quando vamos jogar minha expansão do Saboteur?
    Beijo do Mala!

    ResponderExcluir
  2. RE PALHEIROS!

    Só uma correção: É ViCtor. :)

    Parabéns pelo session report!

    ResponderExcluir
  3. Dani, assim que você me convidar eu corro pra jogar :P
    E Luciana tá detonando todo mundo, um perigo essa menina! XD

    Victinho, SORRYYYYY, erro para não ser mais repetido. (imagina, era só pra vc vir gritar "repalheiros") rssss

    ResponderExcluir
  4. Rê,

    O jogo que eu, a Taly e o Rony estamos jogando na foto é o Saint Petersburg.

    ResponderExcluir