11 de dez de 2013

ODDVILLE





Quatro poderosas guildas da Idade Média estão construindo uma estranha cidade, e precisam de você... (para trabalhar, claro!).

Objetivo
Fazer o maior número de pontos de vitória construindo a cidade.


Componentes
64 Cartas de Moedas / Construção
1 Carta inicial de cidade
16 Cartas de trabalhadores (roxo, azul, vermelho e amarelo)
36 meeples (roxo, azul, vermelho e amarelo)
1 Tabuleiro de Recursos
12 Cartas de personagens das 4 Guildas
1 Livro de regras



O jogo
Cada jogador deverá ajudar na construção da cidade e para tal, deve prover recursos como madeira, tijolos, pedras e cristais para viabilizar a construção.

O que determina a ação do jogador é um conjunto de 4 cartas de trabalhador. Com elas você poderá conseguir dinheiro, mandar trabalhadores para a área de recursos ou comprar uma carta da cidade. Apenas para construir não será preciso usar essa carta de trabalhador. Elas possuem níveis diferentes de benefício / ação, então, saber usá-las é importante.






A área de recursos é um tabuleiro à parte, para onde seus meeples serão enviados. Se for o primeiro a chegar ao local não pagará nada, mas, quanto mais trabalhadores houver na área, mais caro se tornará o recurso.
Para gastar o recurso durante a construção, basta retirar o meeple da área correspondente.



A lógica de construção segue a linha “acrescente uma carta combinando o caminho”, mas, o que difere esse jogo de um quebra-cabeças? As decisões que existem subentendidas em cada carta/pedaço de cidade a ser colocada.



O jogador precisa estar atento a 3 condições:
) o custo: ele precisa antever o custo da carta, mandar seus meeples para a área de produção de recursos e pagar seu preço para instalar.
2ª) benefícios imediatos: cada carta possui 2 tipos deles no canto superior direito. Um relacionado a uma guilda, outro a um recurso. A escolha da guilda pode fazer toda a diferença!
3ª) pontos ao final do jogo: no canto superior esquerdo encontram-se os pontos finais, que podem ser “4 pontos” por exemplo, ou, fazer parte de uma cadeia de pontos maior, que precisa ser construída. Aí entram duas outras questões, em que momento colocar aquela carta em jogo, e onde colocá-la.

As guildas são divididas em 4 tipos, e cada vez que um jogador constrói uma parte da cidade com o escudo de uma guilda, ganha o direito a uma carta que lhe concederá poderes especiais. Mas não se iluda, eles não são permanentes. Como o número de cartas é limitado, uma vez que o estoque esteja vazio e um jogador necessite de uma nova carta, todas as cartas daquela guilda voltam para o estoque! Mas, se você conseguir mantê-las até o final do jogo, ainda ganhará mais pontos de vitória.



Comentários
Às vezes o excesso de componentes nos enchem os olhos. Por outras, a inteligência em se minimizar a quantidade e otimizar o uso é que são o atrativo. Oddville claramente poderia ser um eurogame com muitos tiles e recursos, mas é um jogo enxuto, inteligente e funcional.
Além disso, a duração é outro atrativo, com partidas rápidas para o gênero.

Divertido, desafiador, inteligente, simples e prático, são os adjetivos que podemos atribuir à Oddville. Um jogo de construção de cidade, com administração de cartas e um workplacement diferente.


Designer: Carlo Lavezzi
Publisher: What's Your Game?
Ano: 2012
De 2 a 4 jogadores

Duração: 45 minutos

[Resenha publicada originalmente na Ludo Brasil Magazine nº 33]