28 de jan de 2013

22º Arariboard

Por Fabrício Mello

TZOLK'IN

O prato principal do dia foi o badalado Tzolk'in ("divisão dos dias", na linguagem Maia). É um worker placement com um twist (literalmente): os trabalhadores são colocados na circunferência das engrenagens de um mecanismo montado no tabuleiro do jogo, as quais vão girando guiadas por uma grande engrenagem central que reproduz o calendário maia. À medida em que as engrenagens giram, a ação que os trabalhadores executam (ao ser removidos da engrenagem) vai melhorando. Ou seja, é um worker placement com uma dimensão temporal. 
Um jogo original, inteligente, com muitas estratégias possíveis. Desde Caylus um worker placement não me impressiona tanto. E a produção é um luxo só, com direito até a caveirinhas de cristal.


Colocação:
Fabrício 64 pontos
Brito 56 pontos
Graça 48 pontos
Márcio 45 pontos

CITADELS

De sobremesa, fizemos uma partidinha de Citadels, que dispensa apresentações. Neste, o novato Márcio emplacou a sua primeira vitória, já na sua segunda participação no Arariboard. Valeu!

Colocação:
Márcio 31 pontos
Brito 26 pontos
Graça 25 pontos
Fabrício 13 pontos



Nenhum comentário:

Postar um comentário