3 de nov de 2012

8º, 9º e 10º Arariboards

Quando se está sem jogar há algum tempo, o que lhe resta fazer é colocar o post dos dois últimos meses em dia ;) Então vamos aos relatos curtos, apenas para registrar, dos últimos Arariboards!

  FURARIBOARD DE SÃO COSME (o São Damião não foi)                                                             

Dia 27 de setembro, enquanto as crianças corriam atrás dos doces, os marmanjos faziam uma joga improvisada no meio da semana, um chamado de última hora, que acabamos apelidando de "Furariboard", tamanha foi a indecisão de quem ia, se ia, quando ia (eu inclusa). 

El Grande
2 a 5 jogadores / + 12 / 90 min

"Na Espanha Medieval, o poder do rei está diminuindo e os poderosos lordes estão disputando o controle de várias províncias. Após cada terceiro turno, os jogadores recebem pontos pelas regiões dominadas e, após o nono turno, o Grande com o maior número de pontos é o vencedor."


Eduardo, Renata, Fabrício e Carlos compareceram após muitas dúvidas se ia ou não rolar esse encontro. E foi ótimo. El Grande, com certeza e o perdão do trocadilho, está entre os grandes jogos de tabuleiro. De premissa bastante simples, mas com grande competição entre os jogadores, que a todo momento tentam dominar as províncias espanholas. Carlos tinha todas as expansões, mas jogamos apenas o básico mesmo, que já é excelente.


A competição começou a ficar acirrada no final quando eu e Eduardo ficamos marcando um ao outro. 

Mas não teve jeito, Edu ficou em primeiro, seguida por mim, Fabrício, e o Carlos, atípicamente, atrás. 

  8º Arariboard (30/9)                                                                                                                               

No domingo, estávamos lá de novo. Carlos havia viajado, então fomos apenas Fabrício, eu e Eduardo, que havia comentado a semelhança de mecânicas entre o El Grande e o Age of Empires. Então, resolvemos jogar para ver. 

Age of Empires III
2 a 5 jogadores / +10 / 120 min
 
"O jogador assume o papel de uma potência colonial, em busca de fama, glória e riquezas no Novo Mundo. Conforme você avança através das três eras, você pode lançar expedições de descobrimento, colonizar regiões e expandir suas práticas mercantis."


Difícil encontrar alguém que não conheça a versão homônima deste jogo para videogame/computador. Eu mesma fui uma que joguei muito, mas, o tabuleiro, de igual só tem o tema. A mecânica e objetivos são completamente diferentes.


Repetindo o que tinha acontecido na quinta-feira, lá estávamos eu e Edu nos marcando novamente. Mas desta vez eu não tinha nem chance, afinal, ele era expert neste jogo, e era só a minha primeira partida. Fab ficou jogando "sozinho". Já comentei com ele que qualquer jogo que tenha a possibilidade de fazer set-collection, lá vai estar ele monopolizando essa ação. E desta vez não foi diferente. Enquanto eu e Edu batalhávamos pelas novas colônias, Fab colecionava os tiles. Não que seja uma estratégia ruim, é muito boa, mas apenas ela não permitiu a vitória.

Colocação:
Eduardo 120 pontos
Renata 93 pontos
           Fabrício 72 pontos


Drako
2 jogadores / +8 / 30 min

"Os anões conseguiram prender o dragão num vale sombrio ao pé da montanha onde ele vive – aparentemente, dragões não resistem ao cheiro de ovelhas recém abatidas – mas apesar de estar acorrentado, o dragão ainda é jovem e feroz, tornando difícil a tarefa para os anões, que têm que matá-lo, sem que sejam eles próprios mortos."



 Edu foi embora, e Fab e eu aproveitamos para estreiar a cópia do Fab, recém-chegada, de Drako. [Xandão, não me esqueci do seu pedido!]. Jogo para duas pessoas, cada jogador escolhe um "time", os anões guardiães ou o dragão.

Apesar da aleatoriedade das cartas de cada deck, é possível se construir uma estratégia. Jogamos duas partidas, eu com os anões e o Fab com o dragão. Na primeira, fui massacrada pelo Fab. Na segunda, após discutirmos algumas táticas, consegui vencê-lo.Bom jogo.

 

  9º Arariboard (14/10)                                                                                                                              

Depois do hiato do 1º turno da eleição, a galera se reuniu novamente. Eu cheguei um pouco atrasada, e encontrei o pessoal já jogando.

Ascension: Chronicle of the Godslayer
2 a 4 jogadores / +13 / 30 min 


"Em Ascension os jogadores precisam gastar Runas para adquirir cartas mais poderosas para seus decks. Ele oferece uma experiência de jogo dinâmica, onde os jogadores precisam ajustar suas estratégias de acordo com as situações de jogo."

Deck-building da mesma galera do Magic. Carlos, Graça e Fabrício disputavam o poder com seus combos de cartas e magias. Carlos já estava com uma mesa farta a sua frente, fazendo combos um atrás do outro, e garantiu sua vitória.

Colocação:
Carlos 79 pontos
Graça 69 pontos
           Fabrício 50 pontos

Thebes
2 a 4 jogadores / +10 / 60 min


"Os jogadores são arqueólogos que devem viajar pela Europa para obter conhecimentos de cinco antigas civilizações. Utilizando-se desses conhecimentos eles escavam em sites históricos dessas civilizações. Durante o jogo exposições são feitas, e os jogadores que tiverem tesouros das civilizações necessárias podem vendê-los."



Jogo super leve, família e com temática que gosto muito. Mas devo confessar que o fator sorte é altíssimo e muito difícil de se burlar. Eu e Graça estávamos super azaradas, enquanto os meninos tinham mais sorte.  O jogo pode ser dividido em duas fases, busca de conhecimento nas cidades européias (aquisição de cartas) e escavações no Egito, Grécia, Mesopotâmia, Palestina e outros (tirar tiles do saquinho). No quesito "escavações", só tirávamos areia! Se fosse batalha naval, seria "água", nada de encouraçado... 


A terceira parte, de exposições, foi pouquíssimo explorada, eu bem tentei, mas o azar não permitiu que conseguisse as peças, e somente o Carlos conseguiu expor sua coleção.

 
Final disputadíssimo entre os homens, com direito a foto com pose de vitória!

Colocação:
Fabrício 53 pontos
Carlos 52 pontos
           Renata 42 pontos
           Graça 37 pontos


  10º Arariboard (28/10)                                                                                                                            

Segundo turno da eleição em Niterói e não pude comparecer pela segunda semana seguida. Se não me engano, nem rolou na semana anterior. Mas Fabrício e Carlos foram representar a classe lúdica, firmes e fortes no Jambeiro.

Rolaram duas partidas de Race for the Galaxy com a 1a.expansão, uma de Lost Cities e uma de Drako. Esses dois últimos, jogos para 2 jogadores, então, foi bem aproveitada a oportunidade. Quanto ao Race, já se tornou uma tradição a partida entre esses dois.

Fim de mais um relato, espero não demorar tanto para contar o próximo! ;)



3 comentários:

  1. Oi Renata! Aqui é o Xandão da ilha!

    Ainda bem que vc nao esqueceu de mim hein!? hehe

    Peguei as regras do Drako em espanhol pelo que entendi, eu achei bem simples. Essa semana devo receber o meu!

    Faz uma resenha rapidinha dele ai para os leitores (hehe)...

    abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, não esqueci mesmo. Em primeira mão, Drako vai ser a resenha desbussolada da Ludo Brasil Magazine de dezembro! É só esperar mais um cadinho ;)
      abraços.

      Excluir
    2. Ebaaa! Show de bola!

      Valeu!

      Excluir