13 de set de 2012

5º Arariboard

Domingão fechando o feriado prolongado em grande estilo com a galera de Nikity. Dois grandes jogos ganharam mesa, o primeiro já é figurinha carimbada, e depois dessa joga vai ganhar um descansozinho, e o segundo, uma estréia de expansão. Confiram!

LAST WILL
2 a 5 jogadores /+12 / 75 min


Apresentei o jogo ao pessoal: Fabrício, Carlos, Graça e Michael e depois começamos a gastança. Jogando com o intuito de ensinar, não liguei muito pra estratégia. Como sempre, a maior dificuldade inicial é se acostumar a iconografia, mas a turma tirou de letra, e no terceiro turno já estavam fera! 

Começamos com 70 dinheiros e Graça estava arrepiando com o combinho de manutenção gratuita e gastos extras com o teatro. Mike investia apenas em eventos. Fabrício em propriedades. Eu estava tentando usar bem os ajudantes, mas não estava sendo suficiente, já o Carlos usou bem seus ajudantes.

Quando entramos no quarto turno, eu já estava de cabelos em pé! Graça estava a pouquíssimos dinheiros de decretar a bancarrota. Precisava apenas vender sua propriedade. Com um pouco mais de experiência no jogo, ela poderia ter encerrado ali, mas acabamos entrando no quinto turno. Fiz o que pude, me livrei da minha mansão, fazendo um péssimo negócio. Gastei o máximo que pude, mas sabia que estava lutando pela lanterninha do placar.

Carlos e Graça eram os últimos a jogar na rodada, e ele conseguiu falir! Em seguida, Graça também faliu! Mas, para o nosso casal campeão ainda havia o desempate que favoreceu Carlos na linha de planejamento.

Casal campeão: Carlos e Graça
O pessoal gostou e o resultado final foi:

Colocação:
Carlos $0
Graça $0
               Renata $16
               Fabrício $21
               Michael $22


STONE AGE: STYLE IS THE GOAL
2 a 5 jogadores /+13 / 75 min

Após desesperados pedidos meus, jogamos a expansão de Stone Age lançada ano passado: Estilo é o objetivo! Ela introduz novos elementos à vila da Idade da Pedra, são ornamentos feitos de ossos e marfim que rendem ao jogador status de mercador na tribo. Além disso, a expansão traz novas cartas de civilização e novas construções. Entre as novidades estão a nova carta de cultura (que pontua ao quadrado no final do jogo), a carta de presentes para todos com itens diferentes (como meeples, ornamentos, nivel de troca, etc) e construções que se tornam campos exclusivos de produção de recursos.

Uma parte do tabuleiro foi refeita para entrar essas novidades e é colocado sobre o tabuleiro antigo. Mas a mecânica continua a mesma, o que permite explicar todo o jogo incluindo a expansão a novos jogadores sem que essas novidades tornem-se um fardo a mais.

Tabuleiro com o detalhe da expansão
Fabricio acompanhou a explicação para conhecer o jogo e depois partiu, jogamos em quatro: eu, Carlos, Graça e Michael. No começo, os ornamentos (ou enfeites, bijuterias, ou qualquer outro nome que lhes dêem) eram uma novidade, e o pessoal não sabia muito bem como lidar com aquilo, se valia a pena investir neles ou não. No quarto turno, mais ou menos, começou a se ver que era sim uma boa idéia, e Michael e Graça conseguiram monopolizar o mercado de troca. 

A existência de uma quinta carta de civilização a ser paga com os enfeites também foi uma boa pedida, pois, pagando o dobro (6 ornamentos) conseguia-se uma outra carta fechada.

Os prédios da expansão (como foi embaralhado com os originais) apareceram pouco, então não foi um fator muito desequilibrante, mas mesmo assim, foram muito interessantes, como o que Carlos pegou logo no início que lhe rendia uma madeira por turno.

O final pareceu disputado, mas Graça deixou a todos no chinelo e quase deu voltinha em todo mundo! Olha o poder feminino ai, gente! :)

Colocação:
Graça 190
Carlos 147
           Renata 144
           Michael 124


Nenhum comentário:

Postar um comentário