16 de dez de 2011

Boa filha a casa torna \o/

Depois de um afastamento forçado, eis que finalmente rompo as algemas (ainda que temporárias) e consigo ir ao Spaghetti das Peças de ontem [15/12/11]. Toda afoita, minha primeira surpresa foi ver que a turma-que-bate-ponto-as-5 sequer estava lá as 19h. É a primeira vez que os vejo se auto-sabotarem pela concorrência, que aqui ganha o nome de Skyrim, também conhecido por último fenômeno dos video games, e também conhecido por criar traidores dos boardgames #prontofalei!

Aproveitei, então, para jantar um belo raviole antes de começar os trabalhos. Três mesas já estavam ocupadas, uma com Maharaja, outra com Citadels e a terceira com o pessoal de sampa, Eduardo e Vinicius, que vieram passar as férias em terras nerds cariocas, sejam bem-vindos, meninos.

VINHOS
2 a 4 jogadores / +10 / 135 min

"No jogo, você acompanha a produção de um vinho, desde a plantação de vinhedos, comercialização, exportação e feira do melhor vinho português."

Eu me juntei ao Edu, Caio (?) e Nuno numa mesa de Vinhos! Adoro esse jogo, mas o hiato entre as partidas é tão longo que acabo por esquecer muitos detalhes, tornando-as um pouco traumatizantes. Desta vez, por sorte a galera era tranquila, e mesmo com um errinho aqui e acolá, deu pra jogar legal. Caio, indo contra todas as premissas, resolveu desbravar um novo caminho para a vitória, e mostrou que dinheiro raro é coisa para covardes sem ideais, ele sambou na cara da sociedade com muito dinheiro na mão! Mas foi Nuno, com uma bela arrancada investindo em exportação e poupança quem conseguiu entrar para a história com uma excelente pontuação final! Como "abraços" não marcam pontos neste jogo (brincadeiraaa), Edu ficou em terceiro. E eu tive um desempenho mais que sofrível e fiquei bem com a metade dos pontos do Nuno, em último!

Colocação:
1º Nuno
2º Caio
           3º Edu
           4º Renata


Enquanto a partida se desenrolava, muitas outras foram surgindo. Luciana chegou e entrou para a mesa do Bouzada e Cláudio pra jogar Rattus. E mais três mesas continuavam a toda! A de Saboteur sem dúvida foi a mais inusitada, pois eles estavam jogando com apenas uma carta nas mãos! Incrível como suportaram tanto tempo de partida, e a galera estava animada! Variantes que se criam sem intenção até que podem ser interessantes. ^^

GLEN MORE
2 a 5 jogadore / +10 / 60 min

"Cada jogador representa um lider escocês do século XVII tentando expandir seu território. O  sucesso de seu clã depende disso e de se tomar as decisões certas investindo em matérias primas como madeira e trigo, ou manufaturados como whisky, ampliando seu território com vilas, castelos e muito mais."

Queria ter ido embora cedo, já estava feliz por ter jogado o Vinhos, mas o Nuno acabou me convencendo a aprender o Glen More. Confesso que sempre olhei meio torto para esse jogo, não tinha sido amor a primeira vista. Mas resolvi dar uma chance e não me arrependi! Ele lembra o Carcassonne pelos tiles e meeples, o Catan pelas ovelhas e trigo, Atlantis pela mecânica dos tiles, juntou tudo isso e nasceu algo novo e muito inteligente! Realmente me surpreendeu e valeu a pena ter ficado mais um pouquinho pelo Spoleto. Se não me engano, a pontuação final foi essa a seguir (estava rebelde e não anotei nada nem tirei as fotos):

Colocação:
1º Caio 38 pontos
2º Renata 37 pontos
           3º Edu 35 pontos
           4º Nuno 26 pontos


A boa filha está de volta e espera não se ausentar por tanto tempo novamente.
PS. quem tiver fotos de ontem e quiser que postemos, é só mandar ;)

RECADINHOS:

01- Sabadão, dia 17, é dia de confratenização em clima natalino, Torre e Castelo se unirão no Natal das Peças fazendo o último grande evento do ano, e com certeza, estaremos lá!



02- Amanhã é o último dia para incluir sua proposta de troca na última math trade do ano (troca-troca de jogos entre os usuários brasileiros do BGG) Segue o link: Math Trade do Bom Velhinho

Um comentário: