16 de nov de 2011

Sabadão na Torre Eclética

Com um público de 45 pessoas, a última edição da Torre das Peças teve jogos para todos os gostos. Enquanto uma galerinha continuava no ritmo Essen (trazendo seus jogos novos para a apreciação no evento), outros preferiram os clássicos. Tivemos a presença de novas figurinhas e sentimos a falta de velhas figurinhas que não estiveram presentes.
Galerão tomou conta do Spoleto.
Cheguei com cara de poucos amigos e com vontade de logo ir embora. Como vocês devem imaginar, não foi isso o que aconteceu. (NE: risos!) Fui logo abduzida numa safra de Essen que chegou por aqui antes mesmo do lançamento na feira: Discworld

DISCWORLD - Ankh-Morpork
2 a 4 jogadores / +10 / 60 min
 
"Na cidade de Ankh-Morpork, em Discworld, Lord Vetinari desapareceu e certas facções estão tentando tomar o controle de sua cidade. Cada jogador tem uma personalidade secreta com condições de vitória específicos, o que significa que você não tem certeza exatamente o que os outros jogadores precisam fazer para vencer. Todos devem tentar colocar minios (pessoas) e edifícios através do uso de cartas, são 132 ao todo, e basta jogá-la fazer o que ela diz ." 

Warny não o conhecia, e Leandro e eu lhe apresentamos o jogo. Em Discworld você precisa reagir o tempo todo a cada modificação ocorrida no tabuleiro. Essas modificações ocorrem por vontade voluntária do jogador tentando se beneficiar ou prejudicar os outros e ocorre através de alguns eventos que entram em cena prejudicando a qualquer um inclusive o próprio jogador que lançou a carta. Parece que essa mecânica não agradou ao estilo do Warny que o achou muito caótico.
E a vitória ficou com o Leandro.

Lu, Leandro e Warny em Discworld.

AUTOMOBILE
3 a 5 jogadores / +12 / 120 min

"Construa carros de todos os tipos num dos melhores jogos econômicos de Martin Wallace."





Ao lado, a diretoria preparou um mesão de Automobile. Jogo econômico e extremamente temático. Eles iniciaram uma saga que durou algumas horas.  
Terminando com a vitória do Groo!
Balard, Nuno, Fel, Bouzada e Groo administrando veiculos.

Ao fim de Discworld, fizemos uma pausa para almoço. Outras partidas foram acabando, outras pessoas foram chegando e as mesas se modificando. 

URBAN SPRAWL
 2 a 4 jogadores / +12 / 180 min 

 "Os jogadores assumem os papéis de magnata, empresário e político - cada um ajudando no desenvolvimento hipotético de um "Anywhere, EUA". Riqueza e Prestige serão ganhos ao longo do jogo. Edifícios irão subir para depois serem demolidos, abrindo caminho para algo melhor e maior."




Victor chegou com suas novidades e fomos explorar o universo de Urban Sprawl. Os relatos sobre o mesmo chama a atenção para ele, entretanto a minha experiência do jogo não foi muito boa. Nele temos que desenvolver uma cidade. Existem cartas que nos ajudam na construção e cartas de efeitos variados. Ai começam os problemas. Tem cartas com efeitos muito fortes. Todas tem efeito destrutivo e ajudam muito pouco. Sabendo disso talvez o autor tenha colocado cartas e outras maneiras que ajudam ao último jogador recuperar seus pontos, mas este mecanismo acabou deixando ainda mais caótica a partida. Por fim, o jogo gerou enormes risadas de tão aleatórias que eram algumas cartas.
Enquanto Leandro, apesar de ter vencido, não parava de repetir que não via a hora da partida acabar.
Leandro, Victor e Caldas desenvolvendo cidades.


MACAO
2 a 4 jogadores / +12 / 90 min

"No final do século 17, Macau, a cidade portuária misteriosa na costa sul da China, é um entreposto comercial Português no Extremo Oriente. Os jogadores assumem o papel de aventureiros e deverão transportar especiarias para a Europa."




Warny foi fazer o seu papel de anfitrião e sentar-se junto a uma turma animada e com sede de novas experiências. Decidiu apresentar-lhes Macao contra a vontade de Fel que temia que a complexibilidade deste jogo assustasse o pessoal. Mas parece que não foi isso o que aconteceu...
Marcos(a dir) de volta as jogas com Macao.

A turma de Macao surpreendentemente não se traumatizou e encarou um The Speicherstadt na sequência.

The Speicherstad.

DOMAINE
2 a 4 jogadores / +12 / 90 min

"Tente  formar domínios, colocando muralhas no tabuleiro modular. Os domínios completos podem, então, ser expandidos, mesmo invadindo os de seus oponentes, e são protegidos pelos cavaleiros. As ações são realizadas, jogando-se cartas que têm um custo associado a elas. É possível ganhar dinheiro, vendendo cartas e controlando minas."


Nuno colocou na mesa o Domaine que acabara de receber do Fel. Caso o jogo não lhe agradasse ele poderia colocar a venda ali mesmo. Ele gostou e o jogo vai pro seu acervo pessoal.
Vitória do Bouzada.
Peter, Nuno, Balard e Bouzada, quem dominou?

COLONIAL
3 a 6 jogadores / +13 / 120 min

"Entre a Renascença e a Revolução Industrial, colonizadores se lançavam ao mar em busca de novas terras para colonizar. Navegando em busca da supremacia cientifica, missões e negociando especiarias."


 


Ao final de Urban Sprawl, The Speicherstadt, Domaine e com a chegada de novos players foram criadas novas mesas de Colonial, Vanuatu e Singapore. Fel queria testar seu novo Essen e convocou Daniel Balard para lhes ensinar a regra certa. Ray num raro intervalo de estudo veio baixar sua ansiedade travando batalhas num mundo ainda não colonizado. Boa temática, excelente arte gráfica e regras de combate um pouco confusas. Este jogo vai agradar quem gosta deconfrontos diretos entre os jogadores.
Vitória do Fel.

Desbravadores: Brass, Fel, Groo, Balard e Ray.

VANUATU
3 a 5 jogadores / +13 / 90 min

“Você é um “Vanuatuniano” e precisa prosperar durante os oito turnos do jogo, gerenciando os recursos naturais, itens raros, vatus (moeda local) e turistas. Para ganhar dinheiro ou pontos de prosperidade, você também pode desenhar na areia, transportar turistas por todas as ilhas de Vanuatu  ou negociar com países estrangeiros.”

Victor, Bouzada, Leandro e Caldas juntaram-se em Vanuatu. Essen que vem surpreendendo e agradando a cada um que cai em suas teias. Ainda não tive o prazer, mas minha curiosidade e interesse aumentam proporcionalmente ao numero de partidas que não consigo jogar.
Bouzada, Leandro, Victor e Caldas na ilha de Vanuatu.


SINGAPORE
3 a 4 jogadores / +12 / 90 min


"Os jogadores são mercadores ricos que estão negociando para desenvolver esse pequeno posto avançado de uma metrópole, Singapura. Todos iniciam com seu próprio prédio, mas devem conseguir outros ao longo do jogo."


 
Eu? Fui me aventurar numa terra de ninguém, lugar sem lei e que vive com medo da presença policial. Em Singapore por mais que tentemos andar na lei, fazendo apenas negócios legítimos e dentro da lei, os tiles ilegais e que chamam a policia são aqueles que dão os melhores recursos, oferecem as melhores trocas e tem os efeitos mais interessantes. Quem consegue andar na lei desse jeito? Com mecânicas de citybuilding enquanto vamos colocando os tiles e com um tipo novo de work placement utilizamos nossos operários para se mover no tabuleiro captando recursos e trocando por dinheiro e pontos de vitória. Mas toda vez que tile de cor preta é utilizado, o jogador que o fez pega uma peça randômica num saco. Se for um círculo preto, o jogador coloca na sua frente se for um circulo branco é porque bateu polícia! E neste momento todos os jogadores devem mostrar seus recursos escondidos no biombo, quem tiver o maior somatório de cubos de ópio e círculos pretos na sua frente vai ter que pagar pra polícia o mesmo valor em dinheiro. E se não tiver dinheiro para pagar, paga-se com pontos de vitória!
Piratas do Contrabando!
Durante todo o dia o público não parava de chegar, invadindo a área não reservada e abrindo mesas variadas, confira:
7 Wonders + Leaders.
The Swarm

Citadels
Eminent Domain
Luna
The Speicherstadt

Torres

Elder Sign

Prêmio pontualidade para Fel, que contrariando toda sua má fama, vem surpreendendo nas últimas semanas e neste sábado chegou cedo e saiu tarde.

9 comentários:

  1. Fel chegou cedo e saiu tarde? Não dá para acreditar.

    ResponderExcluir
  2. Nao falei com testemunhas mas o boato foi que ele chegou as 10:30...

    Estranho...

    ResponderExcluir
  3. Pode perguntar pro Groo :p

    Sou um rapaz sério agora.

    Fiquei com vontade de jogar Urban Sprawl! Caos rules!

    ResponderExcluir
  4. eu quero jogar COLONIAL!!! *buaaaaaaaaaaa*
    (bate pezinho)

    ResponderExcluir
  5. Na primeira foto sem legenda estavamos jogando The Swarm, e na ultima de todas, Elder Sign.

    ResponderExcluir
  6. bah tenho muita curiosidade no Colonial, mas também já ouvi falar que os combates são meio travados e confusos...
    Relatem mais please...

    ResponderExcluir
  7. Muito bom o evento, sempre estarei presente.

    ResponderExcluir