4 de mai de 2011

Mas afinal, onde a trupe se reúne?

Quando voltei a me interessar pelos jogos, reuniões ocasionais já não eram mais suficientes para matar a vontade de jogar. Então estava na hora de ampliar o círculo de conhecidos e ver onde a galera se reunia. Foi quando conheci a Ilha do Tabuleiro, e descobri que existiam vários grupos, como clubes, que se encontravam com frequência para jogar por todo o país. Aqui no Rio de Janeiro eles eram principalmente o Castelo das Peças, e seus “filhotes” Calabouço das Peças e Niterói das Peças. Os encontros geralmente eram em lanchonetes do Bob’s que cedia o espaço pelo consumo, afinal não era um mau negócio comportar de 50 a 100 pessoas ao longo de um dia consumindo e jogando topo o tempo. Desses, hoje está na ativa apenas o Castelo, que passou os últimos anos no SESC Copacabana. Desde o mês de março, os encontros tem sido no Spoleto do Largo do Machado, no último sábado do mês.

Spoleto esse, do caríssimo Caldas, também aficionado, que hoje acolhe os três principais eventos cariocas.
Todas as 5as feiras, Spaghetti das Peças. Nome mais do que sugestivo pois nasceu lá.
No segundo sábado do mês é o dia da Torre das Peças, que também veio realocado.
E pra fechar o mês, como já dito, o Castelo.

O restaurante já conta com um acervo fixo de jogos, que são disponibilizados a todos para divertimento da nação, mas os frequentadores podem e devem levar mais opções para diversificar a diversão. As mesas rolam até a hora de fechar e por várias vezes temos que sair contrariados pois a vontade de ficar até o dia amanhecer é grande. Mas, por respeito ao Felipe, atendente nº 1 em nossos corações, a gente sai antes, sem deixar de fazer um chorinho, claro!

Mas se você não está no Rio, pode encontrar a trupe em outros estados.
Para isso, os melhores locais pra interagir e saber quais as últimas novidades de cada lugar são:

BGG (BoardGame Geek): site de database mundial com todos os jogos lançados, fichas, imagens, regras, fóruns e venda de jogos. Em inglês.

Ilha do Tabuleiro: é o BGG brasileiro. Confira os jogos, as regras em português, jogos para Imprimir e jogar, fórum de discussão, classificados, resenhas, e vários clubes (virtuais e reais)

Lista Lúdica: traz atualização diária, em tempo real, dos principais blogs em língua portuguesa sobre o assunto.

Ludo Brasil Magazine: revista online mensal sobre jogos com diversas matérias, entrevistas, resenhas e muito mais sobre o hobby.

E os nossos blogs parceiros ao lado.

Agora que já tem o mapa, não pode deixar de buscar seu tesouro!

3 de mai de 2011

Desbussolados trabalhadores

Domingo passado foi dia 1º de Maio, Dia do Trabalhador, e como bons desbussolados que somos, fomos “trabalhar forte”, jogando é claro! No entanto, esse foi um dia cheio de particularidades especiais. Foi a primeira reunião oficial dos Desbussolados, que ocorreu na casa do Samuca, espaço que caiu como uma luva para o grupo, e em segundo, por reunir tantos amigos especiais ao redor da mesa. (Vocês sabem o quão especial são e que sou muito grata por isso!)

Mas vamos falar de jogos!


(foto BGG)
SABOTEUR
3 a 10 jogadores / +8 / 30 min

Anões escavam uma mina em busca de ouro. Mas entre eles há sabotadores que atrapalharão seu caminho! Um jogo de blefe entre mineiros e sabotadores.













A tarde começou com uma partida já do clássico Saboteur pra 8 pessoas (enquanto o restante do pessoal fazia uma breve excursão para conhecer uma gata de nome Juju). A mesa, mesclada com já experts e iniciantes, ganhou duas divertidíssimas partidas, com sabotadores se revelando seres frios e calculistas, e outros completamente distraídos *assovia* (na primeira rodada explicativa, me esqueci que era sabotadora e joguei como mineira. Gafe da qual jamais me perdoarei! u.u)
Desbussolados na mesa: Lucia, Lucio, Bárbara, Lucas, Marcelo, Daniel, Samuel e Renata

(foto BGG)

TICKET TO RIDE: Europa
 2 a 5 jogadores / +8 / 60 min

Construa estradas de ferro através da Europa cumprindo as rotas estabelecidas.





 A galera chegou e montou mais uma mesa com Ticket to Ride: Europa. Como só a Fabi tinha mais experiência, e conhecendo a figura de perto, aposto que pensou ser uma vitória fácil, mas os demais não deixariam barato! Enquanto Zé praguejava aos quatro ventos e colocava o nome dos outros na medina (XD), Luciana e Tony lutavam trem a trem, e Letícia, quietinha, tentava fazer o seu jogo. Mas o que eles não sabiam era que a noite era de festa, e fez a festa aquele pra quem a vitória parecia sorrir menos. Letícia, dando de mineira, comeu quieto o jogo todo, e colocou os outros no chinelo ganhando o troféu locomotiva da noite!
 
Em seguida o grupo embaralhou para formar mais três mesas diferentes.

Lucia, Fabi, Letícia, Bárbara e Marcelo puxaram um Carcassonne, que rendeu duas partidas.


(foto BGG)
  CARCASSONNE
 2 a 5 jogadores / +8 / 45 min

A cidade francesa de Carcassonne é famosa por suas fortificações medievais. Os jogadores desenvolvem a área ao redor de Carcassonne e implantam seus meeples nas estradas, nas cidades, nos claustros e nos campos. A habilidade dos jogadores para melhor desenvolver a área vai determinar quem é o vitorioso.


Em paralelo, fiz uma learnsession de Tikal II para Lucas, Luciana e Tony. Posso dizer que foi a partida mais disputada e equilibrada que já vi. Com grandes reviravoltas durante o jogo, ela se manteve sem um ganhador definido até o último ponto, quando a sorte sorriu novamente, e foi a minha vez de desencantar e vencer uma partida!Lu veio em segundo por 1 ponto, seguida de Tony. Por último, Lucas, que com uma jogada suicida praticamente entregou o jogo, mas é um menino de coragem!

Juju (aquela da visita) adora Tikal II
 TIKAL II: O Templo Perdido
 2 a 4 jogadores / +12 / 90 min

Depois da primeira expedição a Tikal, os exploradores descobrem um novo templo e precisam explorá-lo. Encontre tesouros pelo rio, explore salas e santuários, mas cuidado para não ficar preso sem passagem secreta!



Na terceira mesa, Samuel, Daniel, Lucio e Zé foram de Catan. E mais uma vez a noite foi de festa, pois Daniel saiu vitorioso da primeira partida! Três milagres numa noite? Eu disse que era especial!

Enquanto Tikal II não acabava, Bárbara tomou o lugar de Zé na mesa de Catan e mostrou a que veio. Para quem não sabe, essa menina de 12 anos destrona qualquer marmanjo quando o assunto é jogo! Desta vez a sorte não deu as caras, e se comprovou a regra, numa jogada de mestre, Bárbara roubou a estrada mais longo de Samuel construindo 5 novas estradas e apresentando 1 VP fechou a partida com louvor! (Sou fã dessa menina! ^^)

A turma do Carcassonne deu lugar ao divertido Bausack fazendo um festival de torres bizarras e extremamente corajosas que acabou por reunir todo o grupo em volta dela!

Lucia e Marcelo mantendo a torre no grito


 BAUSACK
 1 a 10 jogadores / +7 / 45 min

Os jogadores precisam empilhar os bloco de formas e pesos diferentes numa torre sem deixá-la cair. Há várias formas de se jogar, na foto ao lado, os desbussolados competiam com uma torre única comum a todos.










Sem dúvida, foi uma excelente noite que brindou esse grupo de amigos, desbussolados por tabuleiros! Até a próxima!